Teoria das inteligências múltiplas de Gardner

A teoria das inteligências múltiplas iniciou-se a partir da década de 1980. Gardner juntamente com uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard, buscaram analisar a fundo sobre a inteligência humana.

Para Gardner o ser humano possui todas as inteligências, mas só algumas delas são mais desenvolvidas que as outras. Outra coisa que influencia no desenvolvimento das inteligências para Gardner, é a genética + as experiências vividas que o sujeito possui.

Segundo suas pesquisas, Gardner identificou as seguintes inteligências:



Inteligência Linguística:

Para Gardner, os sujeitos que possui essa inteligência desenvolvida, tem a capacidade de usar a linguagem escrita e oral para convencer, influenciar, estimular, agradar ou transmitir idéias. Pessoas com essa inteligência tem facilidade de aprender idiomas, escrever poesias, contar histórias ou relatar fatos de forma natural e precisa.

Inteligência Lógico-Matemática:

Pessoas com a inteligência lógico-matemática desenvolvida, tem alta facilidade de explicar as coisas utilizando formas; conclusões baseadas em dados numéricos e na razão e tem facilidade de fazer contas sem auxílio de calculadora. Essa inteligência costuma ser desenvolvida em matemáticos e cientistas.

Inteligência Espacial:

É características de artistas plásticos, arquitetos, engenheiros, marinheiros e cirurgiões. Pessoas com esta inteligência são capazes de perceber o mundo visual e espacial com precisão; reconhecem os fenômenos que envolvem movimentos e posicionamentos de objetos.

Inteligência Musical:

Quem tem esta inteligência desenvolvida, tem alta facilidade para perceber sons, timbres, ritmos, produzir  e reproduzir sons. Pessoas com essa inteligência costumam ser compositores, maestros e críticos de música.

Inteligência Corporal-Cinestésica:

Capacidade de usar o corpo para praticar esportes; se expressar de forma artística, dançar e atuar. Jogadores de futebol costumam possuir esta inteligência pois conseguem controlar os movimentos do corpo de forma precisa.

Inteligência Interpessoal:

Quem possui essa inteligência desenvolvida tem alta facilidade de relacionar-se com outras pessoas; identificar a personalidade delas; perceber desejos e intenções de outras pessoas e agir em cima desta percepção. Pessoas com essa habilidade costumam ser professores; costumam liderar equipes e trabalhar em grupo.

Inteligência Intrapessoal:

Pessoas com essa habilidade costumam conhecer a si mesma; suas necessidades, habilidades, desejos, limites, sentimentos e tomam atitudes em cima disso para melhorar sua vida de acordo com seus conhecimentos. Essa inteligência é muito pessoal, e desta forma, costuma ser identificada por meio de músicas, manifestações linguísticas ou ritmos corporais.

Inteligência Naturalista:

Pessoas que compreendem os fenômenos físicos, natureza e clima, costumam possuir essa inteligência. Essa inteligência é típica de biólogos, naturalistas, paisagistas e jardineiros.

Inteligência Existencial:

Quem possui essa inteligência desenvolvida, costuma levantar questões a respeito da existência; da vida e a morte. Pessoas com essa habilidade costumam ser religiosos, líderes espirituais e filósofos.

Enfim…

A importância das inteligências múltiplas refere-se ao fato de que cada sujeito possui formas diferentes de aprender, e que possui determinadas inteligências mais desenvolvidas do que as outras. Desta forma, é necessário identificar e proporcionar métodos que alcancem e contemplem essa diversidade  de inteligências que existem dentro de uma sala de aula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *