Importância das brincadeiras, músicas e danças no desenvolvimento infantil

Qual a importância da brincadeira na infância?

Brincar é uma forma da criança  transmitir o que ela vive em seu cotidiano, e uma forma de explorar sua imaginação. Quanto mais a criança brinca, mais ela aprende e isso facilita a construção de sua autonomia e criatividade.

Segundo Vigotysky (1998), por meio das brincadeiras a criança revela seu estado cognitivo, visual,  motor, tátil, auditivo, seu modo de aprender e entrar em uma relação cognitiva com o mundo, pessoas, coisas e símbolos.



Nas brincadeiras e jogos as crianças vão aprendendo a conviver com os outros, a respeitar regras e viver de forma harmoniosa.

É interessante os educadores proporem conteúdos para as crianças de forma lúdica, ou seja, de forma divertida. Quando a criança se diverte, se sente a vontade, se sente leve e com a mente aberta para absorver novos conhecimentos. É importante manter um ambiente harmonioso em sala de aula, para que os alunos se sintam calmos. Em outras palavras, as crianças aprender brincando!!!

Qual a importância de músicas e danças na infância?

Para quem já estudou alguma vez teoria musical deve conhecer esta frase: “Música é a arte de manifestar os diversos afetos da nossa alma mediante ao som”. Em outras palavras a música é uma forma de expressar o que sentimos por meio do som.

Cada música que ouvimos sentimos algo diferente. Algumas nos deixam alegres; outras tristes por que nos lembra algo;  outras apaixonados e assim por diante.

Na educação infantil a música é uma ferramenta muito importante, pois ela provoca diversos tipos de sensações, equílibrio emocional e felicidade.

A música é algo muito apreciado pelas pessoas e uma forma de comunicação entre elas. A música pode proporcionar a evolução do sentido auditivo, emocional, lingüístico e cognitivo.

Como a música é uma forma de transmitir o que sentimos, consequentemente nos leva muitas vezes a dançar e querer mexer o corpo. Umas das finalidades da dança na educação infantil e criar a possibilidade de por meio dela a criança dominar melhor o seu corpo.

Em uma de nossas postagens anteriores falamos sobre o dimensão expressiva. Quando uma criança usa o corpo para dançar e representar uma música ela está se expressando. Quando a criança usa seu corpo para dançar ela desenvolve:

– expressividade do movimento;

– utiliza diversos tipos de gestos;

– controla melhor seus movimentos;

– desenvolve velocidade, força, flexibilidade, e conhece os limites de seu corpo e  apropria-se da imagem de seu corpo.

Um comentário sobre “Importância das brincadeiras, músicas e danças no desenvolvimento infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *