Fases da construção da escrita

Fases da construção da escrita

 

Hipótese pré-silábica: Nesta fase para criança, escrever e desenhar possui o mesmo significado. Nesta fase da escrita, a criança não relaciona a escrita com a fala e não diferencia letras de números. Nesse período da escrita ela acredita que coisas grandes se escrevem com mais letras e coisas pequenas com menos letras.

Durante essa fase o seu repertório de letras baseia-se principalmente nas letras do nome e não aceita que seja possível escrever algo com apenas três letras. A fase pré-silábica é marcada pela leitura global da palavra como um todo. Nesse momento a criança não percebe as letras e o som e que elas podem ser usadas em diferentes posições.



Hipótese silábica: Para cada fonema ou sílaba, usa-se uma letra para representar à escrita. Pode ou não atribuir valor sonoro à letra. Ao escrever frases pode ocorrer o usa de uma letra para cada palavra.

  A hipótese silábica divide-se em com ou sem valor. A hipótese silábica sem valor é aquela em que a escrita não representa nenhuma letra que faça parte da palavra como por exemplo:

                                                                   R –   J  –  P

                                                                    ↓      ↓      ↓

                                                                      MA – CA – CO

A hipótese silábica com valor já representa a vogal ou consoante existente na palavra. Exemplo:

                                                                 M  –  A  –  O

                                                                  ↓        ↓       ↓

                                                                   MA – CA –  CO

Hipótese silábico-alfabética: A criança compreende que a escrita representa os sons da fala; reconhece o som das letras e percebe a necessidade de uma letra para a maioria das sílabas; pode dar ênfase a escrita do som só das vogais ou só das consoantes EX: (bola) = AO ou BL e atribui o valor do fonema em algumas letras EX: cabelo = kblo.

Hipótese alfabética: Compreende a função social da escrita: comunicação; conhece o valor sonoro de todas ou quase todas as letras; apresenta estabilidade na escrita das palavras; compreende que cada letra corresponde aos menores valores sonoros da sílaba; procura adequar a escrita à fala; faz leitura com ou sem imagem; inicia preocupação com as questões ortográficas; separa as palavras quando escreve frases e produz textos de forma convencional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *