Ansiedade e aprendizagem

Antes de tudo o que é ansiedade?

Algumas definições de ansiedade: Desejo ardente, angústia, aflição.

A ansiedade é uma característica emocional que nos alerta a respeito de algum perigo, sofrimento ou tensão.

Existem algumas características da ansiedade:

– Somática;

– Afetiva;



– Motora e

– Cognitiva

algumas características dos sintomas somáticos da ansiedade são: o desconforto epigástrico; nó na garganta; palpitação cardíaca, ruborização da pele e suor.

Na afetiva percebemos agitação; roer unhas; pertubação do sono; pânico; tonturas; irritabilidade sem ou por qualquer motivo e se sentir rejeitado.

Na motora acontece alteração do controle motor: como tremores, calafrios e tensão muscular.

Na cognitiva ocorre inquietação; esquecimento e distração do sujeito.

A ansiedade é importante em nossa vida?

Sim, contanto que seja moderada. A ansiedade em alto nível produz todos os sintomas acima citados, prejudicando o desempenho do sujeito em suas tarefas. É necessário que tenhamos ansiedade. Se não tivéssemos ansiedade alguma, tudo ficaria pra depois; seríamos completamente despreocupados e nos esqueceríamos de nossas obrigações.

Por isso é necessário ela em nossa vida mais na medida certa. Se ela for de forma exagerada, os sintomas tornam-se a prioridade nos impedindo de resolver os nossos problemas.

A ansiedade é um sinal de alarme dirigido ao EU, serve para advertir a presença de perigo, de um impulso ou ideia inadmissível, para que o EU possa responder com medidas adequadas ou mobilizar suas defesas, a ansiedade não é propriamente um fenômeno patológico, mas algo inerente à condição humana, até um determinado ponto, a ansiedade é um sinal de vitalidade e serve para despertar e motivar o organismo. (BRAGHIROLLI, 2012, p. 194).

Na educação a ansiedade é algo muito presente. Por quais motivos os alunos podem sofrer ansiedade?

A dúvida sobre algum conteúdo; rotina das aulas, pressão de tempo em caso de prova e etc…

O professor deve proporcionar uma aula tranquila, sem muita pressão em cima dos alunos; trabalhar de acordo com os diversos estilos de aprendizagem; tentar descobrir as dúvidas que possivelmente possam existir e variar as atividades em sala de aula.

O professor deve analisar em sala de aula qual o momento ou ação que causam ansiedade nos alunos e trabalhar de forma que seja possível criar um ambiente cooperativo, amigável e agradável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *