O que é feminismo

Para falar a respeito do que é feminismo, é importante voltarmos um pouco no tempo para rever historicamente a posição social da mulher e os papéis que ela exercia em meio a sociedade.

Durante a colonização do Brasil as mulheres viviam intensa discriminação. No período Colonial a mulher era vista como objeto sexual, dona de casa e como um ser que não possuía inteligência.

Os trabalhos exercidos pelas mulheres tupinambás (povo indígena), eram serviços brutais e absurdos, mas visto na época como algo correto de acordo com o costume heterodoxo (normas ou dogmas estabelecidos), seguido por eles.

Outro fator marcante, era  a função da igreja durante este período histórico que, determinava a figura masculina como superior em relação à feminina, além de reconhecer a mulher como um homem invertido e inferior.

A mulher no período colonial era vista como o símbolo do pecado e responsável por todos os males que ocorriam. Sua fama de pecado e causadora de problemas advém do fato de que na bíblia, Eva foi capaz de convencer Adão a comer o fruto, e que por deste deste ocorrido, a mulher é vista na época colonial como as portas do inferno!



Segundo Alves “A mentalidade advinda de Portugal era que as mulheres tinham que ser sujeitas aos homens”. Um fator relacionado à bíblia que diz que a mulher deve sujeitar-se ao marido.

E então o que é feminismo???

O Feminismo se trata de um movimento social que luta pela igualdade de direitos. Quais direitos? Pegar peso? Fazer serviços pesados? Não!!! Acho engraçado quando vejo em redes sociais pessoas publicando imagens com legendas falando: quer ser feminista? então carregue isso ou aquilo, dentre outras coisas…. É notável que tanto homens quanto mulheres que postam isso, não conhecem o verdadeiro sentido do que vem a ser o feminismo.

A luta de igualdade e direitos é em relação ao respeito como ser humano, de não ser vista como ser inferior; sem inteligência ou capacidade. Muitas acham que o feminismo é o mesmo que machismo. Vamos esclarecer as coisas…

FEMISMO E MACHISMO: esses são caracterizados pelos gêneros quererem ser melhores uns que os outros.

FEMINISMO: como já foi dito, é a busca pela igualdade dos gêneros, ou seja, nenhum é melhor que o outro.

O feminismo é um movimento que surgiu no período da Revolução Francesa e que ganhou força na Inglaterra no período do século XIX e XX nos E.U.A segundo Neves.

Muitos acham que ser feminista é praticar protestos na rua completamente nuas, zombar e até mesmo desrespeitar determinadas crenças, e muitos que não sabem o que é feminismo, e vê tais atitudes, acabam acreditando que o feminismo se trata de uma multidão de mulheres que não respeitam e se portam de forma inconveniente.

O feminismo tem como fundamento defender a mulher da injustiça.

Quantos já ouviram alguém comentar: Nossa! você viu aquela criança? toda desarrumada, será que ela não tem mãe? a mãe desta criança deve ser relaxada!

Hoje em dia sabemos que existem muitas mães que além de serem donas de casa, estudam e trabalham fora e não tem apoio do parceiro nas tarefas de casa. E ainda que o pai seja responsável por levar a criança pra escola, enquanto a mãe está fora de casa, a culpa se ela estiver desarrumada recai sobre quem? muitas vezes na mãe que nem em casa estava.

Isso são marcas culturais construídas; frutos de visões machistas que existem até hoje, praticada por homens e pelas própria mulheres.

Além disso, existem outros fatores que é a mulher ser assediada, e isso muitas vezes é visto como algo normal. Imagine só se as mulheres ficassem a todo momento assoviando para os homens, buzinando quando passassem de carro e estuprando os   homens e forçando a fazer coisas sem o seu consentimento? como os homens se sentiriam?

Quando um homem fica com várias mulheres ele é visto como o que manda bem, e quando a mulher fica com vários homens é vista como uma mulher que não presta. Eu particularmente, acho que essa atitude não pega bem nem pra homem e nem pra mulher. Mas enfim…

Em países da África e Oriente Médio, existem muitas mulheres que são submetidas forçadamente à mutilação genital.

Segundo o IG esta prática consiste em cortar partes do critóris e dos pequenos e grandes lábios da vagina. Em países como Egito, esta prática acontece muito. Esta prática faz com que a mulher seja impedida de seu prazer sexual.

Nesta breve pesquisa que foi realizada, fica claro um pouco da história da figura feminina, e pelas diversas discriminações que sofreram e que até hoje sofrem. É estranho saber que o egoísmo leva ao ser humano invadir o corpo de outra pessoa a ponto de arrancar o direito da mulher em relação ao seu próprio corpo, tirando os seus direitos e tratando como se fosse algo inferior.

É triste saber que até os dias de hoje, existem seres humanos com mentes fechadas que se dividem em classes, gêneros, dentre outros fatores…. se queremos um mundo melhor, não podemos nos dividir, pois, ninguém realiza nada nesta vida sem ajuda de ninguém.

Lembre-se! ser feminista não é querer ser superior e sim querer ter os mesmos direitos e ser respeitada. Para finalizar, segue abaixo algumas atitudes feministas segundo a REVISTA DONNA:

1) “Quando uma menina questiona o fato de ter que arrumar a casa, lavar a louça ou cozinhar, quando as mesmas expectativas e demandas não recaem sobre seus irmãos do sexo masculino. Com esse questionamento ela está reivindicando o direito de que os cuidados com as tarefas do lar e com os filhos devem ser de igual responsabilidade para homens e mulheres”. (Márcia Veiga)

2) “Quando esperamos tratamento igualitário no ambiente de trabalho, compartilhamos tarefas domésticas com homens e não toleramos assédio moral, sexual ou qualquer tipo de violência contra a mulher também estamos feministas. Sempre que nos percebermos exercendo nossa liberdade de escolha e exigindo respeito e tratamento igualitário, estamos sendo feministas”. (Gabriele Garcia)

3) “Quando as mulheres questionam o fato de receberem salários inferiores aos dos homens – tanto na ocupação de mesmos cargos e responsabilidades, quanto até mesmo em cargos e responsabilidades superiores aos dos colegas do sexo masculino – elas estão travando uma luta feminista”. (Márcia Veiga)

4) “Quando a gente tem certeza que as mulheres não merecem ter medo de estupro ao andar na rua somos feministas. E mais: quando percebemos que nosso medo é pelo fato de que somos mulheres (e que nosso medo é diferente do medo dos homens) nos damos conta do machismo institucionalizado e da cultura do estupro”. (Babi Souza)

5) “Quando as mulheres reivindicam o direito aos seus corpos, de como viver sua sexualidade, de como dispor de sua imagem, com quem, quando, se ou como vai se relacionar, elas estão tendo uma ação feminista. Por exemplo, quando questionam se e quando querem ser mães, elas estão questionando as convenções hegemônicas de gênero que normatizam que o papel de mãe e esposa das mulheres é natural”. (Márcia Veiga)

Espero ter ajudado vocês e esclarecido a respeito do assunto.

REFERÊNCIAS:

https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/historia/o-que-e-feminismo.htm
http://meexplica.com/2015/11/o-que-e-feminismo/
https : //mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/o-que-e-feminismo.htm
http://pepsico.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151608582005000200006
http: //revistadonna.clicrbs .com.br / comportamento-2/5-situacoes-em-que-vocé-feminista-sem-saber /
https://sahisalves.wordpress.com/2013/01/26/a-historia-das-mulheres-no -brasildo-periodo-colonial /
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141498932000000300003
https://www.significados.com.br/feminismo/
https://ultimosegundo.ig.com. br / mundo / 2015-04-22 / todos-os-anos-tres-milhoes-meninas-sofrimentos-mutilacao-genital-no-mundo.html
https://www.dn.pt/mundo/interior/mutilacao-genital-e-necessaria-porquehomens-sao-sexualmente-fracos-5375721.html