Marcas de oralidade na escrita da criança

Hoje iremos falar um pouco a respeito de marcas de oralidade na escrita da criança. É importante ressaltar que como educador, devemos falar com os alunos de forma clara e correta pois, as crianças costumam a escrever como ouvem ou seja, ele pode escrever assim:

Oi genti! eu sou a professora Tatiani e esperu qui todus vocêis  si dein bein comigu.

Existe diferença em erro ortográfico e marcas de oralidade. Nos erros ortográficos a palavra mantém o mesmo som como por exemplo:

Til = Tiu,   omen= homem,  asso = aço.



Esses são casos de erro ortográfico em que a palavra continua com o mesmo som. No caso da marca de oralidade, a criança reproduz na escrita como ela ouve a palavra como no caso  de palavras como por exemplo:

relógiu = relógio, ispelhu = espelho, sapatu = sapato.

É normal que durante a pronúncia ocorra a mudança do som ou seja, fonemas. Por esse motivo é importante trabalhar a leitura e escrita com os alunos, pois desta forma a criança entra em contato com a representação da fala de forma oral e escrita ao mesmo tempo, diminuindo as marcas de oralidade e a correção de erros ortográficos na escrita.

A leitura em sala de aula deve ser praticada constantemente nos anos iniciais. Com ela a criança compreende como ocorre o processo de escrita, amplia o vocabulário  e corrige os erros ortográficos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *