Dimensão expressiva e dimensão instrumental

Dimensão expressiva, dimensão instrumental e sua importância no desenvolvimento

Dimensão expressiva:

Desde o nascimento, a criança vai movimentando-se, mas com o passar do tempo ela vai desenvolvendo cada vez mais seus movimentos por meio das experiências vividas. O movimento na vida não é apenas a possibilidade de deslocar-se no espaço, mais também, uma forma de expressar sentimentos e sensações.

O bebê  se expressa por meio de:



– choro (expressar o que precisa ou sente);

– movimentos com o corpo (balanço com o corpo);

– expressões faciais (imita expressões faciais);

– bate palmas (reagindo a sons ou quando está alegre).

Por meio da dimensão expressiva, a criança brinca de faz de conta, ou imita algo, dança  e etc. Quando a criança representa algo, imita ou faz de conta, ele revive situações, e isso é muito importante no seu desenvolvimento.

Nem sempre quando a criança imita ou faz de conta, ela entende o que está fazendo. Na verdade quando ela imita ou faz de conta, ela está tentando entender o que está representando. Por isso quanto mais a criança brinca ela expande sua mente.

Dimensão instrumental:

A dimensão instrumental é a possibilidade de usar o corpo para explorar o espaço em que vivemos e usa-lo para realizar tarefas como:

– andar;

– sentar;

– correr;

– realizar atividades;

No geral, a dimensão instrumental, é a capacidade do sujeito adequar seus gestos e movimentos de acordo com suas intenções. Na Educação infantil, propor atividades, criam possibilidades das crianças dominarem melhor seus movimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *