Características da Abordagem Sociocultural

Características da Abordagem Sociocultural

O principal inspirador dessa abordagem foi Paulo Freire. Na abordagem sociocultural, o homem se torna o sujeito da história, por meio da reflexão e pela análise do meio onde vive. Paulo freire preocupa-se com a cultura popular; valorizava as características do povo, principalmente às camadas inferiores. Sua abordagem é dialógica e a educação é problematizadora, onde educador e educando integram no mesmo processo, estabelecendo-se uma relação dialógica e dialética; ambas aprendem juntos; interação entre os saberes e produzem conhecimento. Vejamos abaixo, as características da abordagem sociocultural:

  • Interação entre o sujeito e o objeto do conhecimento;
  • Evidencia uma tendência interacionista, em que o homem cria a cultura na medida que vem se integrando no seu contexto de vida, como elaborador e criador de conhecimento;
  • Uma educação ampla que crie condições para que o sujeito desenvolva uma atitude crítica e reflexiva;


  • A escola deve ser organizada e estar funcionando bem para proporcionar os meios para que a educação se processe em seus múltiplos aspectos;
  • Prática transformadora, na qual a ação educativa deve promover o próprio indivíduo, não como instrumento de ajuste da sociedade, em que as opressões comandam os oprimidos, e sim como o homem; ser da ação concreta; atuante e que reflete sobre o mundo afim de transformá-lo;
  • Capacidade para operar de forma consciente, mudanças na realidade;
  • Procura desmitificar e questionar junto com o educando a sua cultura e a cultura dominante, para que cada um faça sua própria análise do contexto;
  • A relação entre professor e aluno deve ser horizontal, ambos se posicionando como sujeitos do ato de conhecimento;
  • Defende que o professor não é o único no processo ensino-aprendizagem; o docente da valor às experiências adquiridas dos educandos e troca experiências com os mesmos;
  • O ensino e aprendizado são definidos a partir das necessidades concretas do contexto histórico social no qual se encontram os sujeitos;
  • O diálogo e os grupos de discussão são fundamentais para o aprendizado;
  • Os temas geradores para o ensino devem ser extraídos da prática de vida dos educandos;
  • Aprendizagem como um processo contínuo e mútuo.