A Mediação Pedagógica na Sala de Aula: O Papel do Professor na Construção do Conhecimento

O Texto: A Mediação Pedagógica na Sala de Aula: O Papel do Professor na Construção do Conhecimento, fala a respeito da mediação exercida pelo professor para garantir ao educando o desenvolvimento de sua reflexão, criticidade e interação social como garantia de formação do pensamento e vivência da realidade em que se está inserido.

Segundo o texto o ato de ensinar envolve três coisas: professor, aluno e os conhecimentos produzidos historicamente. O professor é o sujeito que faz a mediação entre o educando e os conhecimentos específicos.

O professor deve propor ao aluno indagar-se e questionar propondo desafios levando em consideração a realidade do aluno. Para garantir o desenvolvimento do aluno de forma plena, o professor deve utilizar o conhecimento formal do aluno para inserir as informações específicas, ou seja, fornecer ao aluno o conhecimento específico a partir dos conhecimentos formais que o aluno possui.

Com isso o conhecimento que o sujeito possuía se aprimora no momento em que o conhecimento empírico e o sistematizado se cruzam, possibilitando ao aluno aprender a filtrar as informações e reformular suas concepções.



De acordo com a perspectiva histórico cultural, o sujeito se humaniza a partir da interação social e a aquisição da cultura do grupo em que ele está inserido. Segundo Vygotsky, o desenvolvimento humano é dependente da interação social e cultural, ou seja, para que o ser humano se desenvolva é preciso que o mesmo esteja exposto à sociedade, aprendendo seus valores histórico culturais, linguagem e conceitos éticos e morais vigentes.

REFERÊNCIAS:

A Mediação Pedagógica na Sala de Aula: O Papel do Professor na Construção do Conhecimento. CARDOSO, Leila Aparecida Assolari – PDE/SEED – PR e TOSCANO, Carlos – UEL/PDE.